Após certo tempo de uso, os equipamentos de TI não entregam mais o desempenho esperado. Isso acontece porque o ciclo de vida do dispositivo pode estar no fim. Por isso, é importante realizar a gestão dos ativos em TI para então considerar a vida útil desses dispositivos e a necessidade de substituição. A troca ou atualização é necessária quando esses ativos deixam de gerar benefícios para a empresa e ajuda a controlar a depreciação de equipamentos de TI. 

Se interessou e quer saber mais? No texto de hoje, vamos explicar tudo sobre a gestão de ativos e como calcular a vida útil dos equipamentos de TI. Continue lendo e boa leitura!

A importância do bom funcionamento dos equipamentos

Garantir o bom funcionamento do inventário de TI e manter esses dispositivos em bom estado é vital dentro de uma organização, independentemente do segmento ou porte. Equipamentos obsoletos ou com baixo desempenho interferem negativamente na produtividade da empresa e estão sujeitos a panes com maior frequência. 

Essa interferência pode afetar a segurança de arquivos, que podem ser perdidos devido a alguma falha de sistema, ou até mesmo roubados por causa de uma invasão por vírus e malwares. Também prejudica a produtividade da equipe que, com equipamentos mais lentos, leva mais tempo para realizar tarefas que poderiam ser concluídas muito mais rapidamente com equipamentos com melhor desempenho. 

Conhecer o ciclo de vida e saber como calcular a vida útil dos equipamentos de TI é um passo importante na tomada de decisões na gestão de ativos, o que ajuda a prevenir uma série de riscos, conforme citamos mais acima. 

Gestão de ativos em TI

A gestão de ativos em TI é uma prática importante dentro das empresas. É ela quem cuida de todos os dispositivos tecnológicos, sejam físicos, como os hardwares, ou virtuais, como os softwares, e é uma ótima forma de organização.  

Com ela é possível obter um levantamento do inventário e entender o estado de funcionamento de todos os equipamentos. A gestão dos ativos, com o método de como calcular a vida útil dos equipamentos de TI, auxilia a avaliar a necessidade de novos investimentos tecnológicos e evitar desperdícios com recursos improdutivos. 

É um ponto importante para determinar o melhor momento para substituir ou atualizar um equipamento e assegurar um maior desempenho dentro da organização. Ela contribui para otimizar os equipamentos e conseguir maior eficácia nos processos, além da economia de tempo e dinheiro.

Vida útil e o cálculo de depreciação 

Para saber como calcular a vida útil dos equipamentos de TI, multiplicamos o prazo de vida em anos com o número de horas trabalhadas em um ano. 

Por exemplo, um tablet com 3 anos de duração, se trabalhado 8 horas por dia, durante 253 dias em um ano, tem vida útil de 6.072 horas. O cálculo ficou assim: 3 x (8 x 253) = 6.072. 

Taxas de depreciação 

A depreciação é a perda do valor de um bem ao longo dos anos. A depreciação de equipamentos de TI também acontece, ainda mais por se tratar de equipamentos com atualizações frequentes, que acompanham o avanço da tecnologia. 

A taxa anual de depreciação varia de produto para produto. Nos computadores e periféricos, os hardwares, assim como os softwares, essa taxa é de 20%.  

O método linear é o mais utilizado para calcular a depreciação. Esse cálculo segue uma fórmula, em que é subtraído o valor residual do valor novo, e esse resultado é dividido pelo tempo de vida útil em anos. 

Usando o mesmo exemplo anterior, um tablet no valor de R$ 1.000,00 tem taxa de 20%, ou seja, R$ 200,00 e vida útil de 5 anos. Então, a cada ano ele irá depreciar R$ 160,00. O cálculo ficou assim: (1.000,00 – 200,00) / 5 = 160,00. Assim, depois de um ano de uso, o tablet terá um valor de R$ 840,00.

As vantagens da locação de equipamentos de TI

Quando o equipamento atual não atende mais às necessidades de negócio, damos o nome de ‘obsolescência’. É comum, por exemplo, fazer uma atualização para usar novos recursos de softwares que disponibilizam versões mais recentes. Por vezes, também é necessário trocar algum componente ou o equipamento todo para usar os recursos da nova versão. 

O aluguel dos equipamentos tem uma série de vantagens dentro da organização. Além de ser uma ótima solução para evitar preocupações, como a depreciação, a locação também evita a obsolescência de equipamentos de TI, pois eles podem ser rapidamente substituídos por dispositivos novos e atualizados. 

A prática também auxilia na gestão de ativos em TI. Depois de saber como calcular a vida útil dos equipamentos de TI e analisar os resultados, para maximizar o retorno, o aluguel é uma ótima opção

Quando se pensa em hardwares, o aluguel de roteadores e o aluguel de servidores, por exemplo, são alternativas com custos menores, que entregam prontamente equipamentos atualizados. O mesmo ocorre com o aluguel de notebooks, computadores e demais itens que podem ser alugados. O serviço de locação é usado para uma série de equipamentos, que vai desde o aluguel de access point até o aluguel de servidores. 

Com a Convex, é possível ter acesso a equipamentos sempre atualizados com a melhor solução para sua empresa, sem se preocupar com a obsolescência de equipamentos de TI. A Convex é especializada na locação de equipamentos de TI, sendo referência no ramo! 

Para atender à demanda de equipamentos de TI de sua empresa, o aluguel desses equipamentos, como computadores, notebooks, servidores, roteadores e access point, é um recurso muito útil para minimizar custos e aumentar a produtividade dos profissionais. Isso porque os equipamentos já vêm prontos para uso e de acordo com cada necessidade! 
Na Convex você encontra os serviços de aluguel de computadores, notebooks, Chromebooks e mais! Entre em contato conosco e solicite um orçamento! Acompanhe nossas redes sociais: LinkedIn, Facebook e Instagram! Continue acompanhando nosso blog e não perca nenhum conteúdo! Até breve!