back

Segurança em roteadores: Dicas para se proteger e ter uma rede segura

by General Marketing for Uncategorized
Segurança em roteadores: Dicas para se proteger e ter uma rede segura

Segurança no roteador! Este é um assunto que pouquíssima gente dá a real importância, mas pode apostar, uma hora ou outra, vai dar problema.

Pessoas mal intencionadas é o que não falta, mas relaxa, afinal, hoje vamos dar algumas dicas bem bacanas para você, que procura se proteger. Então, aproveite o tempinho livre e bora conferir!

Por que ter uma rede segura?

O primeiro passo antes de aplicar procedimentos é entender a importância de se ter uma rede segura, e acredite, é bem simples.

Não importa se você possui uma pequena, média ou grande empresa, afinal, parece que empreendedor tem uma íman de gente mal-intencionada tentando sabotar de alguma forma.

Em empresas onde muitas informações ficam armazenadas em banco de dados ou em sistemas de nuvem (como Google Cloud ou Google Drive), ter informações acessadas por terceiros pode ser um grande problema, principalmente quando esse acesso se dá pela rede.

Ou seja, se quer evitar ter seus dados roubados e diminuir a possibilidade de ameaças (como vírus e malwares), proteja sua rede!
seguranca-em-roteadores

3 dicas de segurança – Como configurar roteador wi-fi

A primeira dica na hora de configurar seu wi-fi é escolher o roteador correto. Existem 3 algoritmos de segurança, sendo eles: WEP, WPA e WPA2.

Basicamente, o WEP é o modelo mais antigo e vulnerável, o WPA é algo mais intermediário, enquanto o WPA2 se mostra o mais seguro. A grande maioria dos novos roteadores possui tal algoritmo, sendo assim, sempre opte por roteadores WPA2.

Tendo isso mente, siga as 3 dicas abaixo:

  1. Use um gerador de senhas: Você pode encontrar gerador de senha online ou simplesmente formular algo mais difícil. O ideal é utilizar uma senha um pouco mais complicada do que o normal, como se você “batesse a cabeça no teclado” e saísse algo como “uJ8*-aJKo75”. Basta anotá-la e fornecê-la quando necessário. Já senhas como “cachorrinho123” podem ser um tanto óbvias.
  2. Firmware sempre atualizado: Firmware é ótimo quando o assunto é segurança no roteador. Basicamente, ele consiste em um sistema que controla as funções básicas do aparelho, ou seja, mantenha-o atualizado e terá uma melhoria na segurança.
  3. Filtro MAC é uma boa: Caso não saiba, o filtro MAC é uma espécie de “restrição” de aparelhos. Sem detalhes muito técnicos, este filtro faz com que apenas aparelhos que você desejar estejam conectados. Para pequenas e médias empresas, é uma ótima alternativa, porém, o ponto negativo é que sempre que um novo aparelho for se conectar, deve-se adicionar o endereço MAC.

    seguranca-em-roteadores
    Mais 7 dicas de segurança – Como configurar uma rede cabeada

    Para melhorar a segurança no roteador de rack (rede cabeada), temos algumas dicas a mais em relação ao tópico anterior, a saber:

    1. Siga as dicas anteriores: Vale lembrar que a rede cabeada também utiliza o sistema de firmware, que deve estar sempre atualizado. Além disso, o filtro MAC também pode ser utilizado aqui, logo, seguir as dicas anteriores já é um começo para se ter maior segurança e privacidade.
    2. Mapeamento e auditoria: Ter uma pessoa ou equipe responsável pelo mapeamento e auditoria da rede é essencial para empresas que optam pela rede cabeada. Isso, pois uma boa análise de componentes, configurações e modelos melhora a análise de riscos, facilitando o trabalho como um todo.
    3. Utilize VLANs: Aqui o assunto pode ser meio complicado, mas o uso de VLANs permite agrupar Access Points, portas de Ethernet, usuários em múltiplas redes virtuais etc, além de separar o tipo de tráfego de rede. Ou seja, aumenta a performance e diminui riscos.
    4. Autenticação 802.1X: Consiste em uma criptografia que garante proteção no envio e acesso da rede. Utilizar a 802.1X é essencial para aqueles que utilizam a rede cabeada.
    5. Desabilite protocolos sem utilidade: Tenha em mente que certas portas e protocolos sem uso podem estar abertos devido a um padrão de fábrica. Isso permite configurações remotas indevidas. Desabilitá-los é uma forma de adquirir maior segurança.
    6. Atualize o sistema operacional: Não estamos falando de Windows ou Linux, mas sim do sistema operacional do roteador. Mantê-lo sempre atualizado é ideal, visto que, a cada atualização, novos bugs são corrigidos e o nível de ameaças é reduzido.
    7. Realize alguns testes: Caso acredite que possa ter sua rede invadida facilmente, faça uma revisão geral do que possa apresentar vulnerabilidades ou utilize ferramentas que automatizam a tarefa.

      seguranca-em-roteadores
      Wi-fi vs Cabeada: Qual é a rede mais segura?

      Aqui estamos fazendo um comparativo de segurança, ok? Logo, quesitos como interferências de sinal, configurações remotas, facilidade de acesso e outros não entram em questão.

      Tendo isso em mente, saiba que a rede cabeada é mais segura! E fica fácil entender o porquê.

      A rede cabeada possui mais protocolos de segurança, maior “burocracia” na conexão, além de uma maior variedade de criptografias.

      Em contrapartida, o custo da instalação é superior, o que até “justifica” este e outros pontos fortes da rede.

      seguranca-em-roteadoresComo funciona a instalação?

      A instalação dessas redes, tanto a wi-fi quanto a cabeada, é similar (e ao mesmo tempo bem diferente). Não entendeu? Ok, vamos explicar.

      Basicamente, empresas que optam pela instalação dessas redes terão um suporte técnico para realizar a instalação. No caso da rede cabeada, a formulação é um pouco mais complicada e deve ser bem planejada para escolher os melhores pontos onde se localizarão os cabos.

      Quanto à wi-fi, não tem muito segredo, visto que o aparelho (ou algumas unidades dele) será colocado num local um pouco mais elevado para melhor distribuição do sinal e configurado pelo computador. Vale lembrar que o uso de access point pode expandir o sinal, além de não sair muito do orçamento de pequenas e médias empresas.

      seguranca-em-roteadores

      Cabeamento estruturado e rede cabeada

      Para fechar com chave de ouro, vamos falar rapidamente do cabeamento estruturado.

      Resumindo, o serviço visa aumentar a performance de rede, simplificar a gestão de infraestrutura de TI, além de diminuir ocorrência de erros e dar maior agilidade às atualizações de rotina.

      O serviço serve mais do que como um simples complemento à rede cabeada, visto que ajuda grande parte da estrutura de TI da empresa. De modo geral, é também uma ótima solução para quem busca maior segurança de rede! Ah, e temos uma matéria completa sobre o assunto, que você pode conferir aqui!

      seguranca-em-roteadores

      Segurança no roteador é, sem dúvida, um assunto que muita gente não dá muita moral mas que, com certeza, é essencial para manter os dados de sua empresa seguros.

      Esperamos que tenha gostado de nossa matéria e cogitado melhorar sua rede. Siga nossas dicas e não vai se arrepender!

      Para saber mais sobre este e outros assuntos, dê uma passada em nosso blog, confira nossos serviços, e, claro, para dúvidas e sugestões, basta entrar em contato!

       

O que é a Rede Mesh e como Funciona
Prev post O que é a Rede Mesh e como Funciona

Já passou por aquela situação onde você está em um cômodo da casa, como em…

Aluguel de tablets para eventos
Next post Aluguel de tablets para eventos

Toda hora rola evento novo, e, para se destacarem, as empresas têm corrido atrás de…