back

Mulheres na Informática

by General Marketing for Uncategorized
Mulheres na Informática

Já conseguiu imaginar, dentre as mais diversas áreas, a ausência de mulheres? O impacto seria absurdo! Em TI, isso não é diferente. Sendo assim, a presença das mulheres na informática é, de fato, completamente necessária.

Hoje, em comemoração ao Dia das Mulheres, iremos falar um pouco sobre como as mulheres conseguiram revolucionar a era digital! Curiosos? Então vamos para matéria:

ENIAC e as 6 mulheres

E se eu lhe dissesse que o primeiro computador da história foi programado por 6 mulheres? Pois é, diferentemente do que muitos acreditam, o primeiro computador digital eletrônico da história foi o ENIAC, desenvolvido em 1946 por John Mauchly e J. Presper Eckert, e programado pelas mulheres:

  • Kathleen (Kay) McNulty Mauchly Antonelli;
  • Jean Jennings Bartik;
  • Frances Synder Holberton;
  • Marlyn Wescoff Melzer;
  • Frances Bilas Spence;
  • Ruth Lichterman Teitelbaum.

Apesar de muitos afirmarem que o primeiro computador seria o famoso Mark I, deve-se lembrar que este era um computador eletromecânico e não digital como o ENIAC. (E se você se interessa por computador e economia, confira nossas soluções em TI!)

mulheres na informática

 

A Mãe da programação

Você já ouviu falar de Condessa de Lovelace? Não? Bom, esta é a mulher na informática que mais revolucionou a programação. E não é por menos, afinal, ela foi a criadora do primeiro algoritmo!

Este algoritmo, desenvolvido no projeto Babbage, permitiu que a máquina calculasse funções matemáticas! Incrível, não? Podemos dizer que Condessa foi a primeira programadora da história.

mulheres na informática

 

Criadora do BUG

Sabe quando seu computador está travado e você diz “caramba, ‘tá bugado”? Bom, pode ser apenas umas expressão, mas o termo “Bug” foi criado por Grace Hopper, que resolveu um problema de processamento de dados ao remover, acredite, uma mariposa dentro de seu computador.

Mas seu nome não é grande apenas por conta da criação de um termo, não! Hopper foi a responsável pelo desenvolvimento de linguagens de programação, tais como:

  • COBOL: Programação para banco de dados comerciais;
  • UNIVAC: Primeiro computador comercial fabricado nos EUA, tendo sua programação desenvolvida por Hopper.

mulheres na tecnologia

 

Primeira PhD em Ciências da Computação

Sendo a mulher na informática com mais destaque na área educação, apresento-lhes a irmã Mary Kenneth Keller!

Como dito no título deste tópico, Keller foi a primeira PhD e doutora na área de ciências da computação. Teve contribuição essencial na linguagem de programação BASIC, utilizada por décadas (até ser substituída pela PASCAL).

Keller percebeu, desde cedo, o grande potencial dos computadores e via neles uma maneira de agregar à educação. E acertou! Hoje temos grandes tecnologias, como o Google for Education ou uso de tablets nas escolas.

mulheres na informática

 

A mãe da internet

Falamos da mãe da programação e, agora, falaremos sobre a mãe da internet, Radia Perlman!

Resumidamente, Perlman desenvolveu o protocolo STP (Spanning Tree Protocol), e, para se ter noção, esse sistema permite que a conexão se faça da melhor maneira possível, sem desvios.

Fazendo uma analogia, é como ter 5 caminhos a serem seguidos para se chegar a um ponto X, os 4 primeiros dão loops, zig zags, desvios etc., enquanto o quinto caminho permite que se chegue a este ponto através de uma linha reta, sólida, sem obstáculos. O protocolo STP funciona desta forma, sempre encontrando o melhor caminho para conexão.

Hoje, Perlman demonstra estar entre as mulheres na informática mais influentes, visto que, além do STP, desenvolveu diversos protocolos de segurança de rede e hoje trabalha na Intel, a maior fabricante de processadores.

mulher na tecnologia

Preconceito na área de TI

Não é de hoje que pessoas sofrem preconceitos nas mais diversas áreas, e, infelizmente, isso continua com frequência. Mulheres na informática são, também, alvo de preconceitos.

Atualmente, as mulheres representam apenas 10% entre os alunos da área, e piora ainda mais quando falamos no âmbito empresarial, onde os profissionais de TI são, em grande maioria, homens.

Há uma série de motivos que levam a isso, que envolvem questões culturais e morais, porém, vale ressaltar algumas iniciativas, como a Campus Party 2018.

O evento, este ano, contou com a presença de mulheres que, ao todo, representavam 40%. Além disso, a Campus Party trouxe também algumas atividades voltadas a promover diversidade e, assim, a maior introdução de mulheres na informática. Você pode conferir mais sobre o evento em nossa matéria Campus Party e CES!

Campus Party

Menções honrosas

Falando em mulher na informática, temos diversos grandes nomes que revolucionaram esse setor. Para resumir, confira alguns nomes que se destacam:

  • Frances Allen: Criadora de alguns sistemas de segurança da NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA) e desenvolvedora de sistemas de otimização;
  • Carol Shaw: Primeira mulher a trabalhar na indústria de jogos, contribuindo para o desenvolvimento do Atari, e criadora de diversos jogos da época;
  • Emmy Noether: Fornecedora de fundamentos que levaram à criação da linguagem PROLOG;
  • Madge Greswold: Uma das desenvolvedoras da linguagem de programação ICON;
  • Marina C. Chen: Presidente da Cooperating Systems Corporation;mulheres na informática
  • Os nomes são diversos, e, sem dúvidas, as mulheres na informática não só contribuíram, como revolucionaram todo este setor! Para saber mais sobre este e outros assuntos voltados a TI, confira nossas matérias, procure nossos serviços e, claro, entre em contato!

 

 

Novidade em TI: Campus Party e CES
Prev post Novidade em TI: Campus Party e CES

Campus Party e CES: Você participou, acompanhou ou, pelo menos, já ouviu falar destes eventos?…

Locação de Equipamentos para Eventos
Next post Locação de Equipamentos para Eventos

Locação de Equipamentos é a melhor solução para eventos! Isso, pois a grande maioria necessita…