back

Formatando o pendrive: Qual formato escolher?

by General Marketing for Uncategorized
Formatando o pendrive: Qual formato escolher?

Quando vamos formatar um pendrive, um cartão SD ou um disco rígido aparecem três opções: NTFS, FAT32 e o exFAT. Para quem sabe o que cada opção representa, tudo ok. Já para quem não entende o que esses formatos significam, a pergunta que mais vem à cabeça é: “Mas, hein?” “Tá falando grego?”. Hoje você vai aprender sobre cada um deles para saber qual formato usar na hora de formatar o pendrive, então se prepara que se você não sabia, é agora que vai ficar sabendo!

O que é um sistema de arquivos?

comoformatarpendrive

Antes de explicar sobre os formatos individualmente para que você possa aprender como formatar o pendrive corretamente, é importante falarmos sobre sistemas de arquivos.

Um sistema de arquivos é um conjunto de regras utilizado para definir como os dados são guardados e organizados em uma unidade de armazenamento, seja um disco rígido, pendrive ou cartão SD. Cada sistema utiliza um método de organização diferente, determinando como os dados serão acessados pelos dispositivos.

Imagine que o seu computador possui mais de oito mil arquivos e você precisa achar um documento específico no meio desse monte enorme de arquivos, sendo que ele pode estar tanto no começo quanto no fim da lista. Ou seja, um baita trabalhão para achar, não é mesmo? O acesso a esse arquivo pode ser feito por meio de uma tabela de alocação de arquivos por grupos de setores (FAT, File Allocation Table e formatos derivados) ou através de índices alocados junto de partições (NTFS). Cada método de organização possui características próprias. Para que você possa saber qual formato escolher na hora de formatar o pendrive, vamos falar delas a seguir!

FAT32

comoformatarpendrive

Não tem nada a ver com gordurinha não, gente! FAT é a sigla para File Allocation Table, em português, Tabela de Alocação de Arquivos. Entre os três sistemas indicados, é o mais antigo e por isso, o que possui compatibilidade com o maior número de dispositivos e sistemas operacionais.

A maior parte dos pen drives é formatada em FAT32 justamente para garantir a leitura e gravação de arquivos em computadores com Windows, Mac OS e Linux, videogames e aparelhos que possuem uma porta USB. O problema é que esse sistema não permite que nenhum arquivo passe do tamanho de 4 GB. Utilizar um cartão SD em FAT32 em uma câmera pode implicar na divisão de arquivos ao fazer uma filmagem que passe de 4GB, por exemplo.

É interessante utilizar o FAT32 em pen drives e dispositivos de armazenamento externo que possuam até 4 GB. O padrão também é útil para lidar com aparelhos e sistemas operacionais mais antigos, que não suportam as outras formatações.

NTFS

Facilmente confundida com outra sigla bem suspeita, essa não tem nada de errado: NTFS significa New Technology File System (Nova Tecnologia de Sistema de Arquivos)! O NTFS conta com uma série de recursos para lidar com arquivos, como o journaling, que fornece permissão ao sistema operacional para manter um registro de todas as alterações feitas sobre um arquivo, como se fosse um histórico de alterações completo. Assim, caso aconteça um erro durante a gravação de um dado, existe a possibilidade de restauração dos arquivos.

Além disso, nesse formato os arquivos individuais e partições quase não possuem limites de tamanho e há uma série de mecanismos de segurança, o que o torna ideal para instalações do Windows em HDs internos.

No entanto, esse padrão não é interessante para pen drives e unidades de armazenamento externo por contar com atividades de leitura e gravação maiores em relação ao FAT32 ou o exFAT, o que diminui a vida útil dos dispositivos. A compatibilidade é outro problema: o formato não é suportado pelos consoles PlayStation, os computadores com Mac OS fazem apenas a leitura e, entre os consoles da Microsoft, somente o Xbox One possui compatibilidade com esse formato.

exFAT

comoformatarpendrive

Sendo o caçula da lista, o exFAT surgiu apenas em 2006 e foi adicionado ao Windows XP e Windows Vista por meio de atualizações. É um sistema de arquivos otimizado para pen drives, feito para ser eficiente como o FAT32, mas sem limitações com o tamanho dos arquivos. Ou seja, assim como acontece no NTFS, o limite de tamanho de arquivo individual e de partição é praticamente ilimitado. Resumidamente, o exFAT soma os melhores pontos do FAT32 e do NTFS!

Esse sistema é compatível com diversos dispositivos e sistemas operacionais. A maioria das câmeras digitais, os computadores com Windows e Mac OS e os consoles da nova geração suportam o exFAT. O problema é que esse formato não é compatível com o Xbox 360 e o PlayStation 3, já no Linux é preciso instalar softwares adicionais para poder lidar com esse formato.

O exFAT é o favorito para ser usado em pen drives e dispositivos de armazenamento externo com mais de 4 GB de espaço, sendo a resposta ideal para a pergunta de qual formato usar ao formatar o pendrive.

Resumidamente, o NTFS é ideal para HDs internos que lidam com o Windows, enquanto o exFAT é a melhor opção para pen drives e HDs externos. Já o FAT32 é útil para lidar com dispositivos que não suportam os outros sistemas de arquivos.

Agora que você já sabe como formatar o pendrive corretamente, que tal dar uma conferida no nosso Blog e na nossa página no Facebook? Temos muitas outras informações sobre o mundo de TI, então vale a pena dar uma olhada! A Convex faz a locação de vários tipos de equipamentos de TI, como notebooks, workstations, servidores e muitos mais! Conheça mais sobre os nossos serviços aqui e faça um orçamento conosco!

 

Tendências de Tecnologia para 2019
Prev post Tendências de Tecnologia para 2019

Estamos no final do ano e esse é o momento perfeito para falarmos das tendências…

Como escolher um bom monitor?
Next post Como escolher um bom monitor?

Quando vamos comprar ou alugar um notebook, chromebook ou desktop, uma das coisas que deveríamos…