back

Fim do Flash, e agora?

by admin for Uncategorized
Fim do Flash, e agora?

É isso mesmo que você está lendo, o famoso Adobe Flash Player está com seus dias contados. Se você é profissional da área de TI e utiliza constantemente o Flash Player como recurso para vídeos, games e animações, muito provavelmente terá que procurar outras plataformas para fazer o serviço.

Recentemente, a Adobe anunciou o fim da distribuição e atualizações do plugin de mídia até 2020. Em comunicado oficial, informou também que irá incentivar os criadores de conteúdo a migrarem para outros formatos, como HTML5 e WebGL. Entenda melhor abaixo:fim do flash

O que é Adobe Flash Player?

Muito provavelmente você já ouviu falar do Flash Player, seja lendo conteúdos de TI, seja vendo especificações para rodar um jogo, seja conversando sobre sites, etc. É provável também que já tenha se encontrado na situação de não conseguir ver um vídeo ou jogo em determinado site, pois nele havia algum aviso como “é necessário ter a última versão do Flash instalada”.

Bom, o Adobe Flash Player nada mais é do que um plugin de mídia para navegadores. Muitos programadores utilizam a plataforma para algumas de suas criações, mas, nos últimos tempos, o Flash vem decaindo no mercado e sendo alvo de diversas críticas, sendo substituído por outros recursos, principalmente em 2017.

adobe_flash_player

O motivo

Não é apenas um, mas são vários os motivos para seu fim. O Adobe Flash Player hoje se tornou inviável. Constantemente apresenta falhas e vulnerabilidades, e, sabendo que a enorme maioria dos usuários sequer tem conhecimento do que é Flash, pessoas mal-intencionadas podem abusar destas falhas e realizar ataques em massa! Por conta disso, serviços de locação de computadores, por exemplo, evitam máquinas com Flash para prezar pela segurança do usuário.

Além disso, ainda que as falhas de segurança sejam corrigidas em atualizações, muitas pessoas continuam a utilizar versões antigas, quer por falta de tempo para instalar as novas versões, quer apenas por entenderem que estão em perigo! Assim, fica fácil compreender por que o Flash não possui muitas vantagens.

locação de computadores

Consumo de energia

Dentre os diversos motivos que levaram a Adobe a tomar essa decisão está o consumo de energia exagerado. Após a realização de testes, consta que o consumo de energia do Flash é o dobro do HTML5. Para entender melhor, pense na seguinte situação: você acaba de comprar um notebook novo e precisa acessar alguns sites com conteúdo em Flash, logo, espera que a bateria dure por um bom tempo, certo? Errado!

O Adobe Flash Player faz com que dispositivos não só descarreguem mais rápido, como também eleva o consumo de RAM, aquece o aparelho e utiliza processamento exagerado. Como se já não bastasse, o cofundador da Apple alegou que a principal causa de crashes nos Macs é o Flash. Por essas e outras, dispositivos como IOS e Android abandonaram o recurso há muito tempo, nos quais a grande maioria dos aplicativos evitam seu uso.

adobe flash player

Grandes empresas

Diversas empresas gigantes e ótimos fornecedores deram seus pronunciamentos sobre o fim do Adobe Flash Player, dentre eles, Microsoft, Apple, Google, Mozilla e Facebook. Confira:

Apple

Longe do plugin desde 2010, a Apple dispensa por completo o Flash Player, por motivos claros. Hoje, caso usuários instalem o Flash no MacBook, o plugin permanecerá desativado por incompatibilidade.

Microsoft

A Microsoft desabilitará por completo o Flash nos navegadores Edge e Internet Explorer tornando o Windows incompatível com esta tecnologia até 2020. Para a empresa, o HTML5 fornece melhores recursos e desempenho, o que contribui tanto para usuários quanto para os desenvolvedores.

Google

A empresa reconheceu a eficiência do plugin nos últimos 20 anos, que ajudou a moldar as plataformas mais atuais, porém Anthony Laforge (gerente de produto do Google Chrome) salientou a maior segurança proporcionada pelas novas tecnologias, além de serem mais atrativas e funcionais.

Facebook

Quanto à rede social mais conhecida, o Facebook informou que caminha para a remoção completa do plugin em seus jogos, migrando assim todo o desenvolvimento para outros formatos, ao mesmo tempo que preserva a experiência do usuário. Como dito antes, o Flash apresenta diversas falhas de segurança, logo, entenda melhor sobre a segurança e privacidade no Facebook.

Mozilla

Por fim, a Mozilla elogiou o anúncio premeditado da Adobe e informou que o navegador continuará permitindo o uso do plugin em sites específicos que exigem o Flash.

aluguel de computadores

Assim, aos poucos o Adobe Flash Player vai se “extinguindo”, dando espaço para novas tecnologias.

O Flash ainda não morreu

Vamos com calma, ok? As críticas são diversas e partem de todos os lados. Sistemas operacionais aos poucos vão rejeitar o plugin, assim como a grande maioria dos navegadores, mas não se apresse!

A transição do Adobe Flash Player para outros formatos pode demorar, e aos poucos desenvolvedores vêm migrando para tecnologias mais práticas. Assim como o fim do Paint, o Flash terá suas alternativas, porém, diferentemente do primeiro, seu fim será definitivo.

morte do flash

Portanto, saiba que para o mercado de TI, o Adobe Flash Player está ultrapassado. Então, se for desenvolvedor, utilize outras plataformas como HTML5 e WebGL que aumentam a produtividade na empresa. Você não vai se arrepender. Já se for apenas um usuário, fique atento às atualizações do Flash, principalmente quando envolverem questões de segurança, e procure evitar o plugin em dispositivos conectados à bateria. Lembre-se: nada de ser levado pela nostalgia, o fim do Flash Player pode deixar saudades, mas só trará benefícios!

Locação de computadores, veja como funciona
Anterior Locação de computadores, veja como funciona

Você já se perguntou “como funciona a locação de computadores”? Possui máquinas lentas que atrasam…

Chromebooks: O que são e por que conhecer?
Próximo Chromebooks: O que são e por que conhecer?

Você sabe o que são os Chromebooks? Sabe o quanto podem ser úteis para seu…