back

CAPEX e OPEX em TI

by General Marketing for Uncategorized
CAPEX e OPEX em TI

Ser indispensável que as empresas acompanhem as novas tecnologias, isso é inegável. No entanto, é importante também pensar em como pagar por elas. A variedade de modelos flexíveis de financiamento aumenta a cada dia e é cada vez mais importante saber escolher entre elas, em especial o CAPEX e o OPEX. Hoje falaremos sobre as modalidades CAPEX e OPEX em TI, então fique de olho que hoje você vai aprender tudo sobre o assunto, vem!
O que é CAPEX? O que é OPEX?

capexopex

Quando se trata de adquirir novos equipamentos, recursos e softwares, você como gestor de tecnologia, tem duas grandes opções à disposição:

 

1 – Obter novos recursos e equipamentos como uma despesa de capital (CAPEX)

2 – Obtê-los como despesas operacionais (OPEX)

 

Esses termos são muito usados pelos profissionais de TI, assim como por investidores e consultores de empresas para se referir às despesas de capital e às despesas operacionais, sendo essencial saber sobre elas. Tendo essas opções em mãos, vamos definir com mais detalhes o que é CAPEX e o que é OPEX!

 

CAPEX: A sigla vem de Capital Expenditure, que significa despesas de capital, correspondendo aos gastos que uma empresa faz para criar benefícios no futuro. Um investimento que visa gerar lucros. Podemos citar como exemplo de CAPEX, a aquisição de uma impressora, de imóveis e afins.

 

OPEX: Significa Operational Expenditure ou despesas operacionais, referindo-se aos custos de manutenção de equipamentos, gastos de consumíveis e diversos outros tipos de despesas operacionais. Por exemplo, fazer um aluguel de equipamentos de TI para empresas com a Convex!

 

Como o CAPEX e o OPEX podem impactar financeiramente na minha empresa?

capexopex

Adquirir e implementar uma infraestrutura de TI no local, por exemplo, exige grandes investimentos iniciais (CAPEX). Em alguns casos, as empresas tentam converter esses gastos antecipados em despesas mensais por meio de arrendamentos, mas isso ainda exige um compromisso de longo prazo por um valor fixo.

 

Já quando as empresas fazem o outsourcing (terceirizam) dessa tecnologia  para um provedor de hospedagem e empresas de Software como Serviço (SaaS), elas incorrem em taxas menores porém regulares — normalmente mensais, como no caso da locação de equipamento de TI — que podem ser categorizadas como despesas operacionais contínuas (OPEX).
CAPEX ou OPEX? Como saber qual escolher?

capexopex

Na hora de investir em qualquer novo ativo para a empresa, se você puder agregar valor, otimizá-lo e controlá-lo a partir de um local centralizado, o CAPEX é a melhor escolha.

 

Por outro lado, se esse ativo ou serviço específico é de longo prazo e a sua empresa não pode agregar valor a ele gerenciando-o dentro de sua organização, optar pelo modelo OPEX pode ser uma opção melhor.

 

Também é interessante lembrar que alguns itens de CAPEX podem ser transformados em OPEX, fazendo com que a despesa seja considerada um passivo. Por exemplo, em vez de alocar uma quantidade considerável de capital na compra de novos computadores, você pode escolher fazer o aluguel de equipamentos de TI para empresas pelo tempo que precisar.

 

Outra vantagem da mudança de CAPEX para OPEX, é que nessa mudança as despesas operacionais acabam sendo dedutíveis no decorrer do ano em que são realizadas, ao contrário das despesas de capital que são frequentemente amortizadas em um período entre três a cinco anos no caso de equipamentos de TI.

 

Comparação entre CAPEX e OPEX: vantagens e desvantagens

capexopex

CAPEX:

 

Prós:

 

– Aumenta o valor do ativo fixo, valorizando a empresa

– Lucros líquidos maiores, incentivando investidores

 

Contras:

 

– Recursos de CAPEX são expressivos, podendo fazer falta em outros investimentos

– Impostos e taxas sobre lucros podem aumentar os custos

– Limitações provenientes de possível dependência de credores privados para conseguir o capital necessário para o investimento inicial

 

OPEX:

 

Prós:

 

– Reduz os custos iniciais e de manutenção já que os fornecedores terceirizados se encarregam de manter a infraestrutura atualizada e segura

– Permite que você teste a viabilidade de novas tecnologias em seu negócio sem se comprometer de forma definitiva a elas

– Reduz o imposto sobre renda, que incide sobre o lucro líquido

– O pagamento é feito de acordo com o uso da tecnologia

– A empresa não precisa descapitalizar, pois consegue manter o valor em caixa e usar o orçamento para outro fim

 

Contras:

 

– Ativos com menos valor de mercado

– Lucros líquidos menores para serem relatados aos investidores

 

CAPEX por OPEX: como calcular a diferença?

 

Um erro muito comum ao calcular a diferença entre CAPEX e OPEX é multiplicar o valor mensal do serviço prestado e comparar com o valor do equipamento. Isso não contabiliza os custos ocultos ou indiretos, que fazem uma grande diferença no cálculo. Ao realizar um investimento inicial de alto capital (CAPEX), é preciso ficar atento ao fato de que a receita vem depois da despesa e a empresa precisa trabalhar várias vezes com o fluxo de caixa.

 

Outro ponto é que o tempo médio para depreciação de equipamentos de TI fica entre três e cinco anos. Há também o gasto com a renovação de licenças para sistemas, custos com atualizações, o risco de descontinuação da tecnologia e inúmeros pré-requisitos para segurança dos equipamentos, além da mão de obra de técnicos, analistas e suporte. Após fazer esse cálculo, você deve comparar o custo entre fazer esse investimento com todos os fatores citados (via CAPEX) ao custo de uma locação de equipamentos pelo tempo desejado (via OPEX).

 

CAPEX ou OPEX? Qual dos dois devo usar quando faço a locação de equipamentos de TI?

Ao fazer o aluguel de equipamentos de TI para empresas, o modelo mais comumente usado é o OPEX, visto que o custo de locação é mais regular, sendo um gasto menos agressivo. O caráter provisório dos contratos e o baixo comprometimento de capital permitem que você possa conduzir períodos de testes com quantidades controladas de equipamentos para ver se há boa receptividade a eles por parte da empresa. Ou seja, no pior dos casos, você estabelece um contrato mais curto com a empresa de locação e gastará pouco, caso a tecnologia alugada não tenha agradado. Se ficar satisfeito, basta renovar o contrato! A melhor parte é que você não precisará se preocupar com a atualização e manutenção dos aparelhos, que será coberta pela empresa de locação!

 

Nós da Convex fazemos a locação de diversos tipos de equipamentos, como Workstations, Notebooks, Chromebooks, Tablets, Projetores, Servidores e muito mais! Confira as vantagens e faça um orçamento conosco!

 

Gostou de saber mais sobre CAPEX e OPEX? Siga o Blog Convex para ficar por dentro das maiores novidades do universo de TI! Curta também nossa página no Facebook! Até a próxima!

 

Tecnologia para escolas
Prev post Tecnologia para escolas

Estamos na era da informação e, por isso, uma das principais preocupações de professores, diretores…

5 Ferramentas pouco conhecidas do Google Drive
Next post 5 Ferramentas pouco conhecidas do Google Drive

Criado em 2012, o Google Drive foi ganhando adeptos rapidamente e hoje é uma das…