back

Blockchain: A Tecnologia do Bitcoin

by admin for Uncategorized
Blockchain: A Tecnologia do Bitcoin

Você já ouviu falar de Blockchain, a tecnologia por trás das criptomoedas? Bom, no mínimo, já deve ter lido alguma matéria ou visto alguma notícia sobre o bitcoin, o maior investimento do último ano.

Hoje, não vamos nos aprofundar sobre temas econômicos, mas sim sobre a tecnologia presente. Afinal, também nos arrependemos de não ter investido nisso em 2010. Se quiser saber mais sobre como funciona o Blockchain, explicamos mais a seguir:

Blockchain: O que é?

As criptomoedas vêm crescendo de maneira absurda a cada dia. Só neste ano, o bitcoin disparou seu valor: no início, estava estimado em $1000,00, e hoje ultrapassa os $9000,00. O mesmo vem acontecendo com outras criptomoedas, como, por exemplo, Ethereum e Litecoin.

Apesar de serem muito buscadas, poucos sequer sabem como funciona a tecnologia implementada por elas, ou seja, a blockchain!

Blockchain nada mais é do que uma estrutura de dados que permite o registro seguro de transações. Esta tecnologia vem se tornando tendência para 2018. Mas vamos por partes, esse tema é longo, e termos técnicos demais deixam sua compreensão chata demais.

blockchain

Como funciona?

Quando estamos no âmbito virtual, sabemos que os dados podem ser facilmente copiados, alterados ou trocados. A Blockchain elimina a possibilidade das duas primeiras características. Então, vamos ao exemplo:

Você pretende efetuar uma transação em Bitcoin, porém, ainda que queira, não conseguiria gastar o mesmo Bitcoin duas vezes. Ainda nesta transação, não poderia “fraudar” a mesma, isto é, não conseguiria, por exemplo, dizer que enviou 5 bitcoin, porém, transferiu apenas 1, dando alguma desculpa.

Tendo isso em mente, é possível dizer que a Blockchain é mais confiável do que transações comuns, as quais estamos acostumados em nosso dia a dia.

O que a torna confiável é a “cadeia de blocos encadeados”, um sistema que basicamente pega uma “impressão digital” para efetuar as transações.

 

blockchain_2

Hash e a cadeia de blocos

Agora vamos nos aprofundar sobre esse sistema, mas não se preocupe, estamos aqui para tornar o entendimento fácil e não exageradamente técnico, ok?

Imagine um jogo de videogame, onde você só avança para próxima fase se toda a fase anterior estiver cumprida. Você não pode deixar nada para trás, tem que cumprir todos os detalhes para avançar, como se fosse uma “missão”. Podemos associar cada fase com o Hash.

Hash é uma função matemática, cujo objetivo é pegar uma grande quantidade de dados e transformar em uma espécie de “impressão digital”, e esse processo é realizado algumas vezes.

Ainda na mesma analogia, basta pensar o seguinte: Você só chega na fase 3 do jogo passando pela fase 2, e só chega na fase 2 se passar pela fase 1; não há como pular fases, é necessário cumpri-las por completo para avançar. O “sistema de blocos encadeados” é como se fosse o sistema de fases deste jogo.

Assim, os blocos só avançam de acordo com a hash. Se houver alguma alteração no bloco, este será invalidado.

 

blockchain_3

Minerar Bitcoin

Cada rede de blockchain agrupa participantes que possuem o mesmo interesse, e, quando falamos em criptomoedas, este interesse em comum é: transferir dinheiro! Estes participantes dividem-se então em transacionais (gerando e escrevendo blocos) e mineradores (verificando se o bloco escrito é válido).

A blockchain utiliza o mecanismo de consenso de prova de trabalho. Apesar do nome grande, basicamente é a utilização de um processamento para resolver cálculos matemáticos extremamente complicados, porém, caso alguém resolva, recebe uma recompensa. A resolução pode ser então confirmada por outros conectados à rede.

Você, inicialmente, pode estranhar, afinal, “e se todos que confirmarem como correto o resultado, estiverem errados?”, mas as probabilidades são quase nulas, visto que é como o jogo Sudoku, onde inicialmente pode ser muito complicado resolver o problema, porém, é muito simples verificar se está correto.

Sendo assim, o termo “minerar bitcoin” consiste na resolução de cálculos matemáticos que envolvem os blocos, e, caso consiga, você é recompensado com mais bitcoins. O mesmo pode ser feito com outras criptomoedas, visto que utilizam o sistema blockchain.

 

blockchain_

 

Risco de fraudes

O maior motivo para o investimento em criptomoedas disparar de uma hora para outra está relacionado indiretamente à segurança e diretamente aos lucros!

Não é difícil afirmar isso, visto que, se o sistema não fosse lucrativo, não haveria investimento, e, se não fosse seguro, consequentemente deixaria de ser lucrativo rapidamente. Trata-se de um ciclo em que um depende do outro, entende?

A Blockchain elimina intermediários, torna a moeda descentralizada e agiliza pagamentos internacionais. Hoje, as pessoas não buscam apenas como economizar, mas também como investir com segurança! O sistema de blocos, como explicado anteriormente, torna as transações e outros serviços que utilizam a blockchain, além das criptomoedas, muito mais seguros e praticamente impossibilitam fraudes.

bitcoin

Curiosidades

  • É possível minerar bitcoins automaticamente através de plataformas como MinerGate. Para isso, recomenda-se o uso de bons processadores. As gerações mais recentes da Intel e AMD podem proporcionar bons desempenhos;
  • A valor mais alto do Bitcoin em 2010 foi de U$0,39;
  • O valor das criptomoedas é determinado pela oferta e demanda. Sendo assim, seu valor pode variar conforme o país, tudo vai depender do quão requisitada é a moeda por lá;
  • Hoje, com 1 Bitcoin, você poderia comprar alguns Workstations Dell Precision 7000, e ainda poderia sobrar dinheiro;
  • Apesar de toda a segurança envolvendo a blockchain, recomenda-se aos usuários que naveguem com segurança, principalmente na hora de realizar transações;
  • Ainda que pareça simples, a mineração requer computadores potentes. Uma rede de computadores trabalhando em conjunto aumenta a eficácia e probabilidade de se encontrar os fragmentos de bitcoin.

bitcoin2

Conclusão

A Blockchain é uma das tecnologias mais seguras e rentáveis dos últimos tempos e tem tudo para continuar crescendo!

Com o sistema de blocos e eliminação de intermediários para realização de transações, tudo indica que ela veio para facilitar, e muito, a vida daqueles que procuram e fornecem bens e serviços. Sendo assim, ainda que o Bitcoin ou outras criptomoedas possam, em alguns anos, não serem mais viáveis, a tecnologia por trás disso tudo não parece que irá acabar tão cedo.

mercado bitcoin

Esperamos que tenha gostado e entendido mais sobre o assunto. Confira mais sobre esse e outros assuntos em nossas matérias, e não se esqueça, se além de investir você quer economizar, confira nossos serviços e entre em contato!

10 Tendências de Tecnologia para 2018
Prev post 10 Tendências de Tecnologia para 2018

O ano está acabando e vêm tecnologias novas por aí. O tempo não para e…

Apps Google: Google for Education
Next post Apps Google: Google for Education

Você sabia que o G Suite pode alavancar e facilitar muito o nível de ensino…